25. Deus Quer Que Aprendamos a Amar

“Vão e procurem saber o que quer dizer este trecho das Escrituras Sagradas: “Eu não quero que me ofereçam sacrifícios de animais, mas quero que sejam bondosos.” – Evangelho de São Mateus 9:13.

Você consegue imaginar Deus feliz da vida só porque milhares de animais foram sacrificados em Sua homenagem? Tente. Imagine o Rei do Universo em Seu trono, de braços cruzados, observando a Terra e aguardando impaciente que Seus filhos se reúnam para adorá-Lo, cantando-Lhe elogios de louvor. Não dá! Com certeza, Deus tem mais o que fazer.

Rituais de culto e encontros religiosos só fazem sentido quando beneficiam de algum modo as pessoas que deles participam. Para Deus não acrescentam coisa alguma.

Nós é que precisamos nos reunir para rever nossos irmãos, conversar com eles, animarmo-nos mutuamente e, juntos, aprendermos cada vez mais do amor verdadeiro que deve nos unir, além de descobrirmos novas maneiras de o expressar no dia-a-dia. Porque, como se costuma dizer, “não adianta ir à igreja rezar e fazer tudo errado”.

Não dá para separar a religião da vida. Oferendas e cânticos podem tranqüilizar nossa consciência, mas nada significam isoladamente para Deus e não garantem Sua aprovação. Para Ele, o mais importante é a prática do amor.

Acredite em Jesus:
Ser filho de Deus é agir com amor 24 horas por dia!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *